Arquivo

Archive for the ‘Reflexão’ Category

QUEM É O ANIMAL RACIONAL E QUEM O IRRACIONAL!

Temos visto ultimamente uma avalanche de cenas de mal-tratos ao animais! São cenas chocantes, grotescas e que nos fazem pensar, quem realmente é o racional e quem é o irracional, que age como um bicho para maltratar os pobrezinhos indefesos! Muitas vezes acontece no contexto do próprio lar em que a criaturinha vive, e outras nas ruas, onde os pobrezinhos são abandonados pelos seus donos, principalmente os cachorrinhos!

Quando a gente vê uma criaturazinha dessas, criada por Deus, e que é tão carinhosa quando bem tratada, a gente percebe o quanto eles sabem retribuir em demonstrações de que realmente estão felizes. E quando infelizes percebe-se simplesmente pelo olhar!

Uma cena que muito me chamou a atenção foi de um cão atropelado. Seu amigo cão o vê, e numa rua extremamente movimentada, ele fica ao lado de seu amigo, correndo o risco de morte. Aos poucos com a boca ele vai puxando seu amiguinho até que chega o resgate e os retira. Uma cena linda demais. O que muitas vezes não acontece com o “racinal”, que atropela o seu semelhante e foge sem socorrer, e muitos acabam morrendo! São capazes de atropelar um grupo de ciclistas que estão se distraindo, e sempre em alta velocidade! Destroem vidas como se não fossem nada! E, depois os “racionais” que tem muito dinheiro contratam advogados “poderosos”que os tiram das cadeias, aliás muitos nem são presos.

Um animalzinho adestrado pode conduzir um cego, cuidar de um idoso, cuidar de crianças, e sempre retribuem carinho com carinho. É até inimaginável ver um ser chamado “racional” destratando, ferindo, matando estas pequenas criaturinhas criadas por Deus.

Mas uma coisa deve ficar bem clara nesse artigo breve. Todos estes animais “racionas”um dia terão de prestar contas a Deus, mesmo porque ninguém tira a vida de alguém e fica impune da justiça de Deus.

Se você tem um animalzinho, cuide dele com todo carinho, trate-o de forma adequada enquanto ele viver, mesmo porque passa “quase”a ser um membro da família.

Postado por Silvio Hirota,
Em 29/09/2011
Anúncios
Categorias:Reflexão

O DOMINGO NÃO É MAIS O DIA DO SENHOR!

(Imagens Google)

Os anos vão passando, e a cada dia reconheço que como cristãos estamos perdendo o sentido e a importância do Domingo, como um dia especial, no qual o separávamos totalmente para Deus.

Você pode argumentar que todos os dias são do Senhor e eu concordo plenamente com você! Porém, eu sou de uma geração que especificamente o Domingo era tirado para servir a Deus em todos os sentidos. Não era o dia da melhor refeição, mas sim, muitas vezes, da refeição feita na sábado, ou no domingo, bem cedo, ou seja, antes de ir para a EBD, que iniciava-se as 9.30hs.

As mães levantavam por volta das 6 da manhã para preparar um almoço simples, mesmo porque, a gente comia rapidamente, pois às 14hs tinha culto ao ar livre, que ia até as 16. Terminado o culto ao ar livre, retornávamos para os nossos lares, os que não tinham ensaio do coro as 16, e já ficavam direto no templo. Tomávamos um banho rápido, um lanche,e lá íamos para a Reunião dos Departamentos no templo, emendava com o culto, e saíamos do templo perto de 22hs, satisfeitos, sem reclamar, porque tínhamos prestado culto a Deus.

A pergunta que eu faço é a seguinte? Qual dos dias da semana é hoje considerado “dia do Senhor”? Quanto tempo temos nós tirado para servir a Deus? Será se grande parte dos nossos fracassos não está ligado diretamente à falta de tempo que temos para com Deus? Será se na nossa esquizofrenia temporal há algum espaço para Deus?

Que saudades da minha infância quando o Domingo era mesmo “Dia do Senhor”, e com alegria servíamos a Deus, e tudo era mais simples em todos os sentidos…Tínhamos mais tempo para murmurar e murmurávamos menos…tínhamos mais tempo para lazer e muitas vezes preferíamos investir na obra…o dinheiro era curto, mas supria as nossas necessidades…Saudosista? Sou sim e com muito orgulho!

Tenha Deus misericórdia de nós!

Por Pr. Silvio Hirota,
Em 18/08/2011

População evangélica no Brasil atingirá 57,4 milhões em 2011

(Imagens Google)

Segundo a Sepal (Missão Internacional Servindo ao Pastores e Líderes, projeta-se este número para 2011, ou seja, 57,4 milhões, e, para 2020, há uma projeção de que os evangélicos no Brasil serão 109,3 milhões. Seguindo o Censo do IBGE, a população brasileira em 2020, será de 209,3 milhões. Sendo assim, os evangélicos serão 52,2% da população brasileira.

A Revista Época também divulgou no ano de 2010 estudos sobre o crescimento da população evangélica, avaliando que os evangélicos influenciaram em todas as esferas da vida brasileira.

Fato importante: Segundo a referida revista, para os Teólogos e Antropólogos, a população evangélica a partir do crescimento numérico contribuirá para a diminuição do consumo de álcool, o aumento da escolaridade e a diminuição do número de lares desfeitos.

Na opinião de Luís André Bruneto, pesquisador da Sepal, não se trata de um avivamento, mas que o avivamento se reflete “na conversão em massa das pessoas, como também, em profundas mudanças no pensamento da sociedade, direcionada pela influência dos cristãos redimidos. Se tomarmos estas duas linhas de pensamento, não está acontecendo um avivamento no Brasil”

Podemos ficar felizes com estas informações estatísticas? Creio que sim, uma vez que é sabido que a Igreja Evangélica brasileira, assusta diversos outros seguimentos religiosos, em função da agressividade do seu evangelismo, e do testemunho pessoal, de cristãos genuínos que estão falando do amor de Jesus, aos seu colegas de escola, trabalho, família, vizinhança etc.

Que continuemos avançando, porque logo chegará o dia em que nada mais poderemos fazer!

Por Pr.Silvio Hirota
Em 18/07/2011

Um Herói da Fé!

Imagens Google

A Suprema Corte do Irã afirmou que um pastor evangélico acusado de apostasia pode ser executado caso não desista de sua fé, de acordo com a cópia do veredito obtido por um grupo de ativistas do direito de religiosos.

A ONG Christian Solidarity World conta que Yousef Nadarkhani, pastor nascido no Irã, foi preso em 2009 e condenado à morte no fim do ano passado. Ele pode ter a sentença suspensa caso renuncie à sua religião.

Pessoas próximas a Nadarkhani dizem que é pouco provável que ele faça o que é pedido pela Justiça iraniana. Caso Nadarkhani não renuncie à fé cristã é incerto o que poderá ocorrer com ele.

Cristãos e grupos pró-direitos humanos dizem que apostasia não é um crime previsto no Código Penal iraniano.

Nadarkhani se converteu ao cristianismo quando ainda era adolescente. Ele trabalhava como pastor evangélico e converteu diversos muçulmanos ao cristianismo. (Fonte Uol notícias Internacional)

Isto me faz lembrar de Hebreus 11, que mostra a Galeria dos Heróis da Fé, onde relata que muitos foram cerrados ao meio, cortados pelas espadas, atirados às feras, separados de seus familiares etc. E o texto Bíblico diz que o mundo da época não era digno deles.

O mundo atual não é digno de Yousef Nadarkhani!

Por Pr. Silvio Hirota
Em 15/07/2011

Categorias:Reflexão

Falsidade humana!

Imagens Google

Cada dia que passa, me desaponto mais e mais com este aspecto da humanidade. Aliás, sábio é quem pratica o que a Bíblia diz: “Maldito o homem que confia no homem”! Mas, meus queridos amigos, sempre no fundo, desejamos dar mais um voto de confiança. Acreditar mais uma vez nas pessoas, porém, a decepção tem sido sempre certa. A falsidade, atrelada ao pré-julgamento e maledicência são os grandes problemas da comunicação do Século 21.

Lamentavelmente, hoje podemos confiar apenas em algumas poucas pessoas do nosso relacionamento mais íntimo, porque sabemos que elas nunca nos decepcionarão. No geral, está muito difícil acreditarmos em pessoas, porque elas estão como “camaleão” mudando de cor, ou seja de atitude de acordo com os próprios interesses, independentemente da verdade ou da mentira, do prejuízo que causará ao seu próximo.

O que importa é se dar bem, os outros que desculpem a expressão: “se lasquem”…
E assim, lares são destruídos, amizades de anos abaladas, namoros derrotados, enfim, um grande estrago é feito por pessoas inescrupulosas que se esquecem que tudo o que se planta, colhe!

Mas o dia chegará, em que o joio será separado do trigo, e somente a verdade prevalecerá. Sei que na Terra isto jamais acontecerá! Então me contento em plantar verdades, perdoar sempre, e assim amontoar um monte de brasas nas cabeças dos falsos!

Senhor Jesus, perdoe-nos porque sabemos o que fazemos e continuamos fazendo!

Por Pr. Silvio Hirota
Em 15/07/2011

Categorias:Reflexão

UFC NÃO É ESPORTE MAS SELVAGERIA!

 

(Google Imagens)

“Junior Cigano desfigura rival no UFC 131; veja o estrago causado pelo brasileiro” (UOL).
“Cigano acertou uma sequência dura de socos no fim do primeiro round, enquanto Carwin tentava se defender no chão do octógono. Mesmo assim, o adversário do catarinense resistiu à punição e aguentou até o fim do combate da maneira que pôde.”

Meus amigos, fico inconformado ao ler tais notícias, e, posteriormente ver o rosto do lutador totalmente desfigurado e certamente com muitas sequelas! E, o que mais me intriga, é chamar esta selvageria de esporte, inclusive praticado por diversos “cristãos”!
Fico pensando com os meus botões: Este chamado “esporte”, que é visto inclusive por muitas crianças, não deveria ser proibido? Mesmo porque, ao verem as cenas certamente se tornarão mais agressivos com seus colegas e pais.

O que percebemos é que a sociedade tem perdido todo o senso de civilidade, de consciência de certo e errado, de atividades e procedimentos que venham a somar para com o bem estar das pessoas e não para destruir, como acontece no UFC.
Nós criticamos as touradas e devemos criticar mesmo, porque é uma prática desumana, em todos os sentidos, desde o animal irracional que é ferido e fere, como o “racional”, que fere muito mais e que às vezes é ferido também. Mas o irracional é submetido ao sofrimento porque não tem escolha, mas o “racional” tem e age como irracional!

Nossos olhos tem sido submetidos a todos os tipos de maldades, subversões, violência desenfreada, etc.
Parece-nos que as palavras amor, compaixão, altruísmo, lealdade, fidelidade, edificação, comunhão, felicidade, família, amizade, tem sido ignoradas e trocadas por: violência, destruição, desarmonia, infidelidade, divórcio, individualismo, hedonismo, egocentrismo, etc.

Fico aqui novamente pensando com os meus botões: é fácil de entender porque Deus “se arrependeu” de ter criado o homem. Mesmo porque na sua presciência, sabiaque tudo terminaria nessa selvageria desenfreada que os nossos olhos tem visto, e nos entristecemos a cada dia! Eu fico pensando, como fica o coração do Pai, Criador, ao ver as suas criaturas se destruindo de todas as formas possíveis e imagináveis!

Me sinto impotente, e só o que posso fazer é pedir: Pai tem misericórdia de nós!

Postado por Pr.Silvio Hirota
Em 13/06/2011
 

GANHAR OU PERDER: A ESCOLHA É NOSSA!

(Imagens Google)

A pergunta que nunca cala é a seguinte: Por que é que muitos cristãos não são bem sucedidos em diversas áreas de suas vidas, e alguns na totalidade delas? Por que muitos cristãos sofrem mais derrotas do que vitórias no dia a dia?

Gostaria de tentar responder estas perguntas, usando o exemplo de Ló. Quando Ele e Abraão tiveram que decidir seus destinos, Ló escolheu o que para ele seria a decisão mais interessante, inteligente e oportuna. Escolheu ir para Sodoma. Segundo Genesis 13.12, esta cidade tinha homens extremamente perversos e pecadores contra Deus.

Consequentemente, quando os reis de Sodoma, Gomorra e de mais três cidades, fizeram uma aliança, foram derrotados; Ló foi levado com eles, juntamente com sua familia e bens! Surge então Abraão novamente na cena para ajudar seu sobrinho Ló. Nós podemos escolher o nosso modo de vida, e, em função dele colheremos o bem ou o mal.

Muitos pensam que estão fazendo escolhas certas, porém, não ouvem a Deus, não ouvem seus pais, amigos etc., posteriormente colherão muito mal, e provavelmente culparão a Deus pelas derrotas. Alguns aprendem com seus erros; outros porém, continuam errando, e sempre colocando o peso sobre Deus. Ouvimos muitas vezes a seguinte frase: “Deus é maior do que o diabo, por isso tenho certeza de que serei vencedor!” Mas, uma coisa que muitas pessoas não entendem é que Deus é um Ser extremamente educado e sempre age em nós com nossa permissão através do Espírito Santo.

Só que os nossos pensamentos não são os de Deus,e nem os Dele os nossos! Por isso, temos sofrido muitas derrotas, porque temos confiado em nós mesmos, e nem sequer consultamos a Deus para tomarmos qualquer decisão! E, sempre que erramos, ai sim, a culpa foi de Deus.

O que nos falta como cristãos hoje, é fé, coragem, obstinação, dedicação, ousadia, confiança, etc. Deixamos tudo sob a responsabilidade de Deus e não fazemos sequer a nossa parte. Com certeza as derrotas se somarão e as vitórias serão cada vez mais escassas! Ló, não aprendeu a lição, isto porque, quando Sodoma e Gomorra foram destruídas devido ao pecado, ele e sua familia foram arrancados de lá à força pelos anjos, senão morreriam junto com o povo perverso.

Posteriormente suas duas filhas o embebedaram, tiveram relações com ele, e acabaram gerando filhos do próprio pai. Na fuga de Sodoma e Gomorra, sua mulher desobediente vira uma estátua de sal. Ao lermos a história de Ló, percebemos que ele perdeu muito em função das suas escolhas. E nós? Continuaremos ganhando ou perdendo? A decisão sempre será nossa, e Deus espera sempre que acertemos!

Postado por Pr. Silvio Hirota
Em 19/03/2011