Arquivo

Posts Tagged ‘psicológico’

VENÇA A ANSIEDADE!

 

(Imagens Google)

Jesus disse: “Não andeis ansiosos”! Para combatermos a ansiedade excessiva, uma vez que ela sempre existirá, é preciso compreender o que ela significa.

É uma palavra que vem do grego e significa “distrair”, ou seja a idéia de duplicidade aparece, e isto significa que a mente procura seguir em duas direções ao mesmo tempo, o que resulta em confusão e sofrimento.

Serman Johnson disse: “O homem que quiser ter um tesouro no céu e que quiser servir a Deus e não às propriedades, deve se desvencilhar da ansiedade”.

Orlando Boyer afirmou que: “A avareza e a ansiedade são, uma para a outra como a lagarta para a borboleta”.

Jesus não proibiu a ansiedade, mas proibiu o medo ansioso, enfermo, que é capaz de eliminar toda a possibilidade de vida, levando a pessoa a uma depressão que pode ser profunda!

Jesus afirma que por mais ansiosos que fiquemos, não podemos acrescentar sequer um ano na nossa vida, ou uma hora no dia. A Bíblia é sábia quando diz: “Basta para cada dia o seu mal”. Eu diria mais, basta para cada dia, as alegrias, as tristezas, as lágrimas, as dores, as emoções, o pão de cada dia, o nascimento de uma criança, um projeto alcançado, uma desilusão amorosa, um amor descoberto etc.

Quero apresentar neste meu artigo alguns antídotos contra a ansiedade:

1) A vida do homem não consiste apenas em “comer”, “beber”, “vestir”, “consumir”, etc. O homem é mais do que mero animal. A personalidade humana merece mais considerações do que a simples satisfação dos desejos físicos.

2) Se Deus cuida das aves dos céus e dos lírios do vale, não cuidará ainda mais de nós seres humanos?

3) A ansiedade é inútil porque não altera as condições da vida e não tampouco aumenta a sua duração.

4) É falta de fé, uma vez que temos a garantia do Senhor Jesus, de que teríamos as nossas necessidades básicas atendidas.

5) Ela só aumenta o sofrimento, porque por sua natureza é inútil, só acrescentando maior dose de sofrimento diário, que já é demasiado grande.

Conclusão: A ansiedade sempre existirá, porém, ela precisa ser controlada. Uma das formas é aprender a administrá-la. Deletar da sua vida, tudo o que é de somenos importância! Depender de Deus em toda e qualquer circunstância. Buscar em Deus a paz que excede todo o nosso entendimento.

E gostaria aqui de lembrar palavras de Dalai Lama: “O homem gasta uma grande parte da sua vida ajuntando bens materias, e depois que os ajunta, gasta-o tentando recuperar a saúde que perdeu”.

Quero deixar claro que não creio nas filosofias de Dalai, mais nesta ele foi muito feliz!

Postado por Pr. Silvio Hirota
Em 05/11/2010

Anúncios

QUATRO BASES PARA UM CASAMENTO SÓLIDO

O texto de Gênesis 2.24, nos mostra essas quatro bases; e cada uma dessas bases, representa algo que o casal precisa “deixar”, para que o casamento se solidifique.

1) Deixar: É um deixar geográfico, porque a recomendação é sair do lugar onde está morando, ou seja, “deixará o homem pai e mãe”. É preciso ter vida privativa!

2)Deixar: É um deixar financeiro.  A partir do casamento, o casal deve viver com as próprias finanças, não dependendo das finanças de parentes! Porque se acontecer a dependência, o clima familiar fica hostil!

3)Deixar: É um deixar emocional. A partir desse momento uma nova família se forma. É de fundamental importância que os cônjuges saibam trabalhar com as emoções de um novo relacionamento em suas vidas.

4) Deixar: Este deixar produz um contexto para crescimento, uma vez que os desafios da nova vida serão grandes, e irão requerer aplicação de ambos. O crescimento deverá ser: Emocional, espiritual e psicológico.

Pr. Silvio Hirota,
em 25/05/2010