Arquivo

Posts Tagged ‘ofensa’

O EXERCICIO DA PACIÊNCIA!

 

(Imagens Google)

Vivemos tempos difíceis, os quais, diariamente precisamos exercitar a paciência. Segundo o livro de Gálatas 5, ela é fruto do Espírito Santo na vida dos cristãos. Porém, encontramos em toda a sociedade, dentro e fora da Igreja, pessoas treinadas pelo diabo para tentar tirar a nossa paz! São pessoas que a meu ver tem o dom da “língua comprida”. Com tal “dom”, ferem, magoam, machucam, e uma boa parte deles se dizem “cristãos praticantes”.

O texto de Gálatas diz que devemos ter paciência excessiva. Agora, meus queridos, com algumas pessoas que conhecemos, podemos afirmar que a nossa paciência esgotou-se hà muito tempo. Então o que fazer? Perdoar quantas vezes forem necessárias, colocá-las nas mãos de Deus, para que Ele haja com justiça, ou como disse o apóstolo Paulo em I Corintios 5.11: “MAS AGORA ESTOU LHES ESCREVENDO QUE NÃO DEVEM ASSOCIAR-SE COM QUALQUER QUE, DIZENDO-SE IRMÃO, SEJA IMORAL, AVARENTO, IDÓLATRA, CALUNIADOR, ALCOÓLATRA OU LADRÃO. COM TAIS PESSOAS VOCÊS NEM DEVEM COMER”. Mesmo porque, a justiça de Deus impedirá, que esta pessoa continue praticando o mal, sem que seja punida. Muitos cristãos, estão sempre mencionando o adultério como “pecado capital”, porém, há pessoas que com suas línguas e ou atitudes, matam mais do que o câncer!

Mas, dentro do possível, segundo disse Jesus, devemos perdoar quantas vezes forem necessárias, porém, como disse anteriormente, os olhos de Deus então sobre toda a terra, sobre justos e injustos. Isto significa, que ao perdoar, ou exercitar paciência em todos os casos que surgirem, eu estou passando a responsabilidade para o ofensor. É ai que a coisa pega, porque “horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo”. Deus não deixará a pessoa impune para sempre.

Aquele que constantemente ataca, difama, tenta de todas as formas destruir, ou dissimular o seu irmão, pagará um preço muito alto. Mesmo porque a Justiça de Deus é perfeita, portanto, infalível e drástica. Isto posto, cuidado com o que nós dizemos dos nossos irmãos; cuidado com o pré-julgamento, cuidado com a “maldita língua”, órgão tão pequeno, mas ligado diretamente ao inferno.

Portanto, meu amigo, meu irmão, se você esta passando por tal situação, ou seja, ter que exercitar paciência em função de pessoas, deixo aqui o meu conselho: “entregue tudo nas mãos de Deus! Se tiver que pedir misericórdia peça, agora, se tiver que pedir justiça, peça também, isto porque Deus é justo”.

Quero concluir este meu pensamento com o que muitas vezes tenho vontade de praticar, e creio que a partir da data desse artigo estou praticando, ou seja, “ENTREGUEM ESSE HOMEM A SATANÁS, PARA QUE O CORPO SEJA DESTRUÍDO, E SEU ESPÍRITO SEJA SALVO NO DIA DO SENHOR”! (I Conrintios: 5.5). Creio que este texto sirva não apenas para combater a imoralidade na Igreja, mas para todos aqueles que querem tirar a paz dos filhos de Deus.
Que Deus nos ajude!

Postado por Pr. Silvio Hirota
Em 18/04/2011
 

Anúncios

RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTO!

Toda familia tem dificuldades e desacordos. O casal que nunca teve conflitos, inexiste! A problemática está justamente no fato de que uma vez que os conflitos não são resolvidos, transformam-se em brigas, e brigas sérias, a ponto de levar ao divórcio!

Uma briga séria, é aquela que desune o casal, no sentido físico, moral, espiritual e psicológico. Como resultado, esses casais vão acumulando amarguras, rixas, raiva descontrolada, ódio e, frequentemente, o que citamos acima, o divórcio!

O que falta para muitos casais é habilidade para discutir os problemas que são diários, e tentar resolvê-los. Na verdade, falta-lhes capacidade para discutí-los, encontrar um plano de solução e então pôr esse plano em ação.

Esta é uma habilidade muito difícil de ser conseguida, mas que com um bom treino, paciência, altruísmo e empatia, podemos amenizar, e em muitos casos, até mesmo resolver!

Quero ressaltar quatro pontos para ajudar na resolução de tais conflitos:

1) A fé como firmamento
Muitos casais têm brigado porque perderam a esperança de que o problema seja resolvido! Ouvimos muito esta frase: “No nosso caso não tenho mais esperança!” É preciso crer que o que não podemos fazer, Deus pode pelo exercício da fé.

2) Confiança em Deus
A Bíblia diz em 1 João 5.14, que se pedimos alguma coisa com fé, e em Nome, e de acordo com a vontade de Deus, Ele nos ouvirá! É preciso acreditarmos e exercitarmos a confiança, de que Deus pode reverter qualquer situação.

3) Usarmos a Bíblia como padrão de nossas decisões
Ela recomenda que os maridos devem amar suas esposas, e que essas devem ser submissas aos mesmos! A Bíblia sempre fala em comunicação no sentido de “via dupla”, ou seja, eu falo, mas também tenho que estar disposto a ouvir. E o ditado popular continua valendo: “Quem fala o que quer ouve o que não quer”. A leitura da Bíblia e o cumprimento de suas orientações, facilitarão demais na resolução dos conflitos.

4) Mais elogios, menos cobranças
O que mais ouvimos em termos de reclamações está justamente nessa área; poucos elogios e muitas cobranças em todas os aspectos. É preciso aprendermos a prática do elogio, sem sermos mentirosos ou hipócritas! O grande problema é que sempre estamos “armados” na maioria das situações; por isso, é muito mais fácil criticar do que elogiar, ferir do que acarinhar, odiar do que amar, cobrar perdão do que perdoar!

Preste atenção aos sinais de conflitos em seu casamento e, com a graça de Deus, comece  uma nova etapa em seu relacionamento!

Por Pr.Silvio Hirota
Em 20/01/2011

 

ATLETAS DE QUAL CRISTO?

(Imagens Google)

A Bíblia nos traz uma recomendação na Carta de Paulo aos Efésios capítulo 4, versículo 29: “Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês…” e Efésios 5.4, “Não haja obscenidades, nem conversas tolas, nem gracejos imorais…”.

A palavra “torpe” tem o sentido original de “podre”. “decadente”, usada para indicar peixe, carne ou vida vegetal quando estão estragados, ou seja, figuradamente significa “mau”, “corrupto”, “imoral, etc.

Tenho visto, como esportista que sou, e que gosta de assistir a uma partida de futebol, principalmente pela tv, que os chamados “Atletas de Cristo”, em geral, tem tido uma postura totalmente contrária aquilo que está escrito nos textos bíblicos. Temos observado, mesmo sem sermos leitores de lábios, que a maior parte dos assim chamados atletas, tem usado os piores palavrões no calor das discussões em campo, sem contar os gestos obscenos…

Posteriormente a desculpa vem: “estava com a cabeça quente”… Por que não perguntar: quantos milhões de brasileiros ficam com a cabeça quente, ao enfrentarem o trânsito de São Paulo e outras capitais; metros e ônibus apinhados ao receberem o “indecente” salário mínimo; ou, ao serem mal-tratados por chefes e patrões etc. Perguntaria, vamos todos sair por ai dizendo palavrões porque estamos com a “cabeça quente”?!!!

A Bíblia diz que você conhece uma árvore pelos seus frutos, não pelo frutos temporões, mas contínuos! Não adianta quebrar as regras e pedir desculpas posteriores, e assim, agir sucessivamente! O apóstolo Paulo escrevendo em Rom 6, nos diz que, como cristãos não devemos permanecer na prática do pecado, nós que fomos transformados pelo poder de Deus!

Então fica aqui a pergunta: Eles são atletas de qual Cristo? Posso te garantir que do meu não é!

Postado por pr.Silvio Hirota
Em 29/09/2010

Perdão. Uma nobre atitude!

“NUNCA A ALMA HUMANA SURGE TÃO FORTE E NOBRE, COMO QUANDO RENUNCIA A VINGANÇA E OUSA PERDOAR UMA OFENSA!”  (Desconheço o Autor)

Vivemos momentos difíceis do ponto de vista das relações humanas!

O ódio torna-se cada vez mais comum no dia a dia!

A palavra perdão, não existia no vocabulário grego, isto porque eles se sentiam superiores demais para rebaixar-se ao ponto de usá-la.

Mas, a Bíblia Sagrada nos mostra em suas páginas, que se não fosse o amor de Deus, através do perdão que nos foi dado por Jesus Cristo na Cruz do Calvário, não conheceríamos a Verdade que nos libertou!

Alguém escreveu: “A medida do amor é amar sem medida”.

Amar significa perdoar, aceitar, relevar etc.

Pratiquemos como cristãos a arte de perdoar!

 
Postado por Silvio Hirota 
de 10 a 19/05/2010