Arquivo

Posts Tagged ‘fé’

DEUS – UM SER ATEMPORAL!

A transcendência de Deus, como também, Sua Onisciência, Onipresença e Onipotência, são atributos difíceis de serem compreendidos e assimilados. Devido a nossa pequenês e ignorância, temos dificuldade de trabalhar com essas características presentes na Essência de Deus. Um dos grandes erros que cometemos, é pensar que Deus age de acordo com o nosso tempo, nossa era, nosso século etc.

Por exemplo, estou escrevendo este artigo, dia 07/02/2011, uma segunda-feira, às 13.04.11, porém, para Deus, hoje não é nada disso, ou seja, para um Ser que não pode ser medido por tempo e espaço, poderíamos perguntar, sabendo que não teremos resposta: Que dia, ano, século ou que horas são para Deus hoje? Vamos ficar sem resposta! E tudo o que tentarmos será mera especulação!

Onde eu quero chegar com esse exemplo do nosso cotidiano? Muito bem. Precisamos compreender que o ser humano necessita entender, mesmo que de forma complicada, que Deus agirá sempre no Seu tempo! Isto implica que, quando pedimos algo a Deus, quando esperamos algo Dele, quando estamos precisando de algo urgente, muitas vezes queremos que Ele aja dentro dos nossos padrões, o que provavelmente nunca acontecerá!

A Bíblia afirma que o cristão vive “de fé em fé, de glória em glória”. Afirma que também, que para Deus “um dia é como mil anos e mil anos como um dia”! Por isso, devemos tomar muito cuidado com o que pedimos, porque pedimos e para quando pedimos…Poderemos ficar decepcionados se não obtivermos resposta, ou se ela chegar “atrasada” segundo nosso ponto de vista! Como seres humanos temos muita dificuldade de trabalhar com a atemporalidade de Deus, porém, é preciso praticarmos pela fé, uma vez que de forma concreta não conseguiremos obter êxito, em função da limitação da nossa mente.

Isto posto, proponho que nós cristãos, aprendamos a exercitar a fé, que é algo que se espera, mas que não se vê, pois é abstrato. Se encararmos dessa forma, talvez, as coisas fiquem menos complicadas para nós mortais.
Que Deus nos abençõe e nos ajude nessa difícil tarefa!

Por Pr. Silvio Hirota
Em 07/02/2011

 

Anúncios

RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTO!

Toda familia tem dificuldades e desacordos. O casal que nunca teve conflitos, inexiste! A problemática está justamente no fato de que uma vez que os conflitos não são resolvidos, transformam-se em brigas, e brigas sérias, a ponto de levar ao divórcio!

Uma briga séria, é aquela que desune o casal, no sentido físico, moral, espiritual e psicológico. Como resultado, esses casais vão acumulando amarguras, rixas, raiva descontrolada, ódio e, frequentemente, o que citamos acima, o divórcio!

O que falta para muitos casais é habilidade para discutir os problemas que são diários, e tentar resolvê-los. Na verdade, falta-lhes capacidade para discutí-los, encontrar um plano de solução e então pôr esse plano em ação.

Esta é uma habilidade muito difícil de ser conseguida, mas que com um bom treino, paciência, altruísmo e empatia, podemos amenizar, e em muitos casos, até mesmo resolver!

Quero ressaltar quatro pontos para ajudar na resolução de tais conflitos:

1) A fé como firmamento
Muitos casais têm brigado porque perderam a esperança de que o problema seja resolvido! Ouvimos muito esta frase: “No nosso caso não tenho mais esperança!” É preciso crer que o que não podemos fazer, Deus pode pelo exercício da fé.

2) Confiança em Deus
A Bíblia diz em 1 João 5.14, que se pedimos alguma coisa com fé, e em Nome, e de acordo com a vontade de Deus, Ele nos ouvirá! É preciso acreditarmos e exercitarmos a confiança, de que Deus pode reverter qualquer situação.

3) Usarmos a Bíblia como padrão de nossas decisões
Ela recomenda que os maridos devem amar suas esposas, e que essas devem ser submissas aos mesmos! A Bíblia sempre fala em comunicação no sentido de “via dupla”, ou seja, eu falo, mas também tenho que estar disposto a ouvir. E o ditado popular continua valendo: “Quem fala o que quer ouve o que não quer”. A leitura da Bíblia e o cumprimento de suas orientações, facilitarão demais na resolução dos conflitos.

4) Mais elogios, menos cobranças
O que mais ouvimos em termos de reclamações está justamente nessa área; poucos elogios e muitas cobranças em todas os aspectos. É preciso aprendermos a prática do elogio, sem sermos mentirosos ou hipócritas! O grande problema é que sempre estamos “armados” na maioria das situações; por isso, é muito mais fácil criticar do que elogiar, ferir do que acarinhar, odiar do que amar, cobrar perdão do que perdoar!

Preste atenção aos sinais de conflitos em seu casamento e, com a graça de Deus, comece  uma nova etapa em seu relacionamento!

Por Pr.Silvio Hirota
Em 20/01/2011

 

“MALDITO O HOMEM QUE CONFIA NO HOMEM”

(Google Imagens)

A Bíblia é sábia, porque é a Palavra de Deus!

Ela afirma, que o homem na sua “sapiência”, “sabedoria”, “arrogância” “prepotência”, etc, pensa que sabe tudo e pode tudo, chegando quase a se considerar um “semi-deus”!

Esta Copa do Mundo tem mostrado justamente o contrário! Os arrogantes, intransigentes, estão ficando para trás, e os símplices, pragmáticos, “calados” estão avançando…

Mais uma vez confiaram em homens que “poderiam resolver”, e no final das contas falharam, ou melhor, subestimaram os oponentes e sufragaram.

Assim, continua a história do homem! Ao invés de confiar em Deus, confiam na sua sabedoria, capacidade, conhecimento etc. e, sabemos qual será o fim deles!

Mais do que nunca, esta é a hora de parar, refletir e repensar! É melhor confiar Naquele que pode todas as coisas pois tem Todo o Poder (Onipotente); conhece todas as coisas (Onisciente) e está em todos os lugares (Onipresente).

Publicado por Pr.Silvio Hirota,
em 03/07/2010.
 

(Google Imagens)

TUDO TEM O SEU TEMPO DEBAIXO DO SOL!

(Google Imagens)

O Sábio Salomão escreveu Há alguns milênios,

Tudo tem seu tempo certo…

E sabe que ele tinha razão?

Porque os anos se passaram

E a história continua a mesma então!

Às vezes sou pego pensando,

Podemos a história mudar.

Sabendo que ela é cíclica

E assim irá continuar?

Então chego à seguinte conclusão:

Como homem não mudarei nada

E nada será mudado então!

Porque quem governa o mundo sabe,

que o mundo não tem solução!

Não porque Ele não queira,

Mas sim porque homem é só razão!

Nunca dá oportunidade,

Do Supremo entrar em ação!

E assim vão passando os anos,

Meses, dias, estações

E eu vou feliz vivendo minha vida

Dentro das minhas limitações

Mas tendo a certeza sempre

De que minha existência não é em vão!

Postado por Silvio Hirota
em 29/06/2010

DEUS CUIDA DOS NECESSITADOS!

No Salmo 9.18, observamos duas afirmações importantíssimas que referendam o nosso título:

1) “O necessitado não será para sempre esquecido”

2) “A esperança dos aflitos não será frustrada para sempre”

O valor prático de um texto depende muito de quem escreveu, porque escreveu, e também, para quem escreveu.

Cantamos canções que marcaram nossas vidas, declamamos poemas que em determinados momentos foram importantes para nossas vidas…

Enfim, marcas ficam constantemente gravadas em nossas mentes, tanto positivas quanto negativas!

Ficamos felizes quando sabemos o caminho que devemos trilhar para chegarmos em casa, e ficamos inseguros quando não conhecemos determinado endereço ou caminho a ser seguido!

Os índios fazem trilhas, e ainda, muitos quebram alguns galhos das árvores para marcar o caminho de volta.

O marinheiro sente-se seguro ao ver o farol que lhe indica o paradeiro!

Por isso, mesmo que os amigos falhem conosco, ou os parentes nos abandonem; que fiquemos decepcionados com pessoas, e também as decepcionemos; mesmo que temores invadam o nosso coração; percamos a confiança em alguém, ou, complexos, depreciação, sentimento de desvalorização nos ataquem ferozmente!..

Uma coisa é certa, as palavras citadas neste texto são de um homem que passou por grandes dificuldades, e que nem por isso deixou de lutar com todas as suas forças!

Ele sabia e nós também sabemos, que podemos sempre confiar na força que Deus nos dá!

O choro pode durar uma noite, mas pela manhã vem a alegria. A paz voltará ao nosso coração, depois de uma turbulência! O sol voltará a brilhar depois de um dia nublado! E, a certeza de que Deus está cuidando de nós nos deixa seguros e nos incentiva a caminharmos o tempo que Ele desejar!

Postado por Pr.Silvio Hirota,
em 28/06/2010

DAVI, UM CAÇADOR DE GIGANTES!

(Imagens Google)

Como podemos impactar a atual sociedade em que vivemos, tomando como exemplo as atitudes de Davi diante do gigante Golias.
Atualmente vivemos num mundo sem opções, onde a juventude vive sem ideais, e a humanidade perdeu seu rumo.

Nas circunstâncias que Davi se encontrava, totalmente vulnerável e incapacitado para enfrentar um inimigo que afrontava o povo de Israel, Deus usou os seguintes meios incompreensíveis à mente humana (I Sam. 17.1-47):

1- DO PARADOXO DE DEUS!

As circunstâncias demonstravam a existência de uma crise internacional, que já perdurava por 40 dias (v.1-11); a solução foi apresentada por um jovem de Belém, que não tinha nenhuma experiência de guerra, pois até então apascentava as ovelhas de seu pai.(v.15)

2- DA CAPACIDADE APARENTEMENTE INSIGNIFICANTE!

Difícil compreender que um pastor de ovelhas pudesse enfrentar um gigante totalmente adestrado e preparado para a guerra (v.15,20)

Apesar de Davi ser o caçula e também ficaram em casa seus outros  quatro irmãos, ele queria estar sempre inteirado do que estava acontecendo com seus três irmãos que estavam na guerra e também se preocupava com seu povo, e com o desfecho daquela situação de afronta por parte dos filisteus (v.17-18).

Apesar de encontrar uma situação de confusão, Davi não perde a consciência de sua missão(V.22).

Para reflexão:

“Não deixe o fascinante tomar o lugar do excelente em sua vida”.

“Não deixe o urgente tomar o lugar do prioritário”.

3- DA CAPACIDADE DE OUVIR OS DESAFIOS DA VIDA!

O Rei Saul, e todo o exército de Israel foram afrontados pelo gigante Golias, pertencente ao exército dos filisteus, durante 40 dias. (v.16)

Quando Davi ouviu as afrontas que o gigante Golias fazia, ele ficou indignado e tomou aquela afronta como um desafio para si (v.23B e 32).
A indignação de Davi diante das palavras de Golias, levou-o a viver um momento de “Santa inconseqüência”, pois humanamente falando, vencer aquele gigante, seria totalmente impossível. (v.33-37).

4- DA AUTENTICIDADE:

O Rei Saul se rende à ousadia e confiança demonstrada por Davi e lhe veste com sua própria armadura, querendo de alguma forma proporcionar alguma proteção àquele jovem inexperiente. Davi não se intimidou em declarar sobre a impossibilidade de utilizar aquela armadura, pois era extremamente grande para ele (v.38-39).

Davi decidiu ir à luta apenas com as armas que ele sabia manejar, e também com sua coragem, ousadia e confiança em seu Deus. (v.40)

5- DA VISÃO DE DEUS ACERCA DAS CIRCUNSTÂNCIAS

O gigante Golias confia cegamente no seu tamanho, no seu preparo para a guerra e nas suas armaduras; com isso se sentia totalmente protegido (v.42-44)

Davi confia no tamanho e capacidade do seu Deus; com essa certeza aceita o desafio de lutar com o gigante Golias (v.45-47).

Observemos mais atentamente alguns paradoxos existentes entre Golias e Davi:

GOLIAS (v. 4-7):

  • 3 metros de altura
  • trazia na cabeça, um capacete  de bronze
  • vestia uma couraça de escamas de bronze, cujo peso era de 65 kg (talvez mais ou menos o peso corporal de Davi)
  • nas pernas usava caneleiras de bronze que cobria até os seus pés.
  • Tinha um dardo de bronze pendurado nas suas costas e um escudo de bronze entre os seus ombros.
  • A haste da sua lança era parecida com uma lançadeira de tecelão, e sua ponta de ferro pesava 7,2 kg.
  • À sua frente ia o seu escudeiro.

DAVI (v.14, 33, 40):

  • aproximadamente 1,60mt de altura.
  • seu armamento: cajado, cinco pedras lisas do ribeiro, que guardou-as em seu alforje de pastor, e sua funda.

CONCLUSÃO:

  • Do ponto de vista humano, quais as chances de Davi?
  • Os pontos fortes de Davi eram: autenticidade, dependência total de Deus, ousadia!
  • Não lutou para a sua glória, mas para a Glória de Deus!!!

PENSAMENTOS PARA REFLEXÃO:

  • “Em pequenos lugares, pequenos grupos, estão fazendo pequenas coisas que tem transformado o mundo!” (Ditado alemão)
  • “Espere grandes coisas de Deus; tente grandes coisas para Deus” (William Carey, pai das Missões modernas!)
  • “O mundo ainda está para ver o que Deus é capaz de fazer através de um homem que se coloca totalmente em suas mãos” (Moody)
  • “As pessoas que vencem são as que procuram as circunstâncias de que precisam para vencer, e quando não as encontram, as criam” (Wiston Churchil).
Postado por Pr. Silvio Hirota
em: 19/06/2010

SANTA CEIA

(Google Imagens)

Santa Ceia ou Ceia do Senhor.

O significado da Ceia do Senhor é complexo, rico e amplo. Há diversos símbolos afirmados que gostaria de compartilhar com você!

1) A morte de Cristo.

Quando o pão é partido, simboliza o partir do corpo de Cristo; e quando o conteúdo do cálice é derramado, simboliza o sangue de Jesus Cristo vertido na Cruz por nós.

Nesse sentido a celebração da Ceia, é também uma proclamação (Kerigma), uma anunciação. Jesus disse: ” Porque sempre que comerem deste pão e beberem deste cálice, vocês anunciam a morte de Cristo até que Ele venha” (1 Cor. 11.26).

2) Nossa participação nos benefícios da morte de Cristo.

Quando participamos da Ceia, estamos nos apropriando dos benefícios da morte de Cristo. Isto é, se morremos com Ele na cruz, também com Ele ressuscitaremos!

3) Somos nutridos espiritualmente.

Podemos afirmar que o participar da Ceia, serve como alimento para a nossa alma, uma vez que da mesma forma que o corpo físico precisa de alimento para se manter, a nossa alma precisa do alimento espiritual para manter-se sadia.

4) Na Ceia promovemos a unidade dos cristãos.

O apóstolo Paulo afirmou: “Como há somente um pão, nós, que somos muitos, somos um só corpo, pois todos participamos de um único pão” (1 Cor 10.17)

Jesus sempre afirmou, que os discípulos dEle deveriam ser um, assim com Ele era Um com o Pai. A Igreja precisa ser uma unidade, mesmo diante da diversidade de idéias, filosofias, formações, etc.

5) Na Ceia, Cristo afirma Seu amor por nós.

Quando participamos da Ceia, devemos ter em mente que sairemos renovados através do amor de Cristo por nós. Se somos participantes, é porque Ele nos deu este privilégio! Se não fora o Seu amor, não poderíamos participar.

6) Na Ceia, temos a afirmação de que todas as bençãos da salvação estão reservadas para nós.

Nossa participação nos assegura bençãos abundantes! Vamos à mesa como membros da familia eterna. Quando recebemos as boas vindas para a mesa terrena, estamos assegurando também, que um dia todos participaremos da Ceia celestial, quando o próprio Senhor irá nos servir!

7) Afirmamos nossa fé em Cristo.

Confessamos que precisamos do Senhor! Cremos que os nossos pecados levaram Jesus à Cruz, e por causa dos seus sofrimentos é que fomos salvos, curados, libertos! Desse modo, a tristeza, a alegria, as ações de graças e o profundo amor por Cristo, são ricamente misturados na beleza da Ceia do Senhor! 

Postado por pr.Silvio Hirota,
em 15/06/2010