Arquivo

Posts Tagged ‘emocional’

VENÇA A ANSIEDADE!

 

(Imagens Google)

Jesus disse: “Não andeis ansiosos”! Para combatermos a ansiedade excessiva, uma vez que ela sempre existirá, é preciso compreender o que ela significa.

É uma palavra que vem do grego e significa “distrair”, ou seja a idéia de duplicidade aparece, e isto significa que a mente procura seguir em duas direções ao mesmo tempo, o que resulta em confusão e sofrimento.

Serman Johnson disse: “O homem que quiser ter um tesouro no céu e que quiser servir a Deus e não às propriedades, deve se desvencilhar da ansiedade”.

Orlando Boyer afirmou que: “A avareza e a ansiedade são, uma para a outra como a lagarta para a borboleta”.

Jesus não proibiu a ansiedade, mas proibiu o medo ansioso, enfermo, que é capaz de eliminar toda a possibilidade de vida, levando a pessoa a uma depressão que pode ser profunda!

Jesus afirma que por mais ansiosos que fiquemos, não podemos acrescentar sequer um ano na nossa vida, ou uma hora no dia. A Bíblia é sábia quando diz: “Basta para cada dia o seu mal”. Eu diria mais, basta para cada dia, as alegrias, as tristezas, as lágrimas, as dores, as emoções, o pão de cada dia, o nascimento de uma criança, um projeto alcançado, uma desilusão amorosa, um amor descoberto etc.

Quero apresentar neste meu artigo alguns antídotos contra a ansiedade:

1) A vida do homem não consiste apenas em “comer”, “beber”, “vestir”, “consumir”, etc. O homem é mais do que mero animal. A personalidade humana merece mais considerações do que a simples satisfação dos desejos físicos.

2) Se Deus cuida das aves dos céus e dos lírios do vale, não cuidará ainda mais de nós seres humanos?

3) A ansiedade é inútil porque não altera as condições da vida e não tampouco aumenta a sua duração.

4) É falta de fé, uma vez que temos a garantia do Senhor Jesus, de que teríamos as nossas necessidades básicas atendidas.

5) Ela só aumenta o sofrimento, porque por sua natureza é inútil, só acrescentando maior dose de sofrimento diário, que já é demasiado grande.

Conclusão: A ansiedade sempre existirá, porém, ela precisa ser controlada. Uma das formas é aprender a administrá-la. Deletar da sua vida, tudo o que é de somenos importância! Depender de Deus em toda e qualquer circunstância. Buscar em Deus a paz que excede todo o nosso entendimento.

E gostaria aqui de lembrar palavras de Dalai Lama: “O homem gasta uma grande parte da sua vida ajuntando bens materias, e depois que os ajunta, gasta-o tentando recuperar a saúde que perdeu”.

Quero deixar claro que não creio nas filosofias de Dalai, mais nesta ele foi muito feliz!

Postado por Pr. Silvio Hirota
Em 05/11/2010

Anúncios

ATLETAS DE QUAL CRISTO?

(Imagens Google)

A Bíblia nos traz uma recomendação na Carta de Paulo aos Efésios capítulo 4, versículo 29: “Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês…” e Efésios 5.4, “Não haja obscenidades, nem conversas tolas, nem gracejos imorais…”.

A palavra “torpe” tem o sentido original de “podre”. “decadente”, usada para indicar peixe, carne ou vida vegetal quando estão estragados, ou seja, figuradamente significa “mau”, “corrupto”, “imoral, etc.

Tenho visto, como esportista que sou, e que gosta de assistir a uma partida de futebol, principalmente pela tv, que os chamados “Atletas de Cristo”, em geral, tem tido uma postura totalmente contrária aquilo que está escrito nos textos bíblicos. Temos observado, mesmo sem sermos leitores de lábios, que a maior parte dos assim chamados atletas, tem usado os piores palavrões no calor das discussões em campo, sem contar os gestos obscenos…

Posteriormente a desculpa vem: “estava com a cabeça quente”… Por que não perguntar: quantos milhões de brasileiros ficam com a cabeça quente, ao enfrentarem o trânsito de São Paulo e outras capitais; metros e ônibus apinhados ao receberem o “indecente” salário mínimo; ou, ao serem mal-tratados por chefes e patrões etc. Perguntaria, vamos todos sair por ai dizendo palavrões porque estamos com a “cabeça quente”?!!!

A Bíblia diz que você conhece uma árvore pelos seus frutos, não pelo frutos temporões, mas contínuos! Não adianta quebrar as regras e pedir desculpas posteriores, e assim, agir sucessivamente! O apóstolo Paulo escrevendo em Rom 6, nos diz que, como cristãos não devemos permanecer na prática do pecado, nós que fomos transformados pelo poder de Deus!

Então fica aqui a pergunta: Eles são atletas de qual Cristo? Posso te garantir que do meu não é!

Postado por pr.Silvio Hirota
Em 29/09/2010

QUATRO BASES PARA UM CASAMENTO SÓLIDO

O texto de Gênesis 2.24, nos mostra essas quatro bases; e cada uma dessas bases, representa algo que o casal precisa “deixar”, para que o casamento se solidifique.

1) Deixar: É um deixar geográfico, porque a recomendação é sair do lugar onde está morando, ou seja, “deixará o homem pai e mãe”. É preciso ter vida privativa!

2)Deixar: É um deixar financeiro.  A partir do casamento, o casal deve viver com as próprias finanças, não dependendo das finanças de parentes! Porque se acontecer a dependência, o clima familiar fica hostil!

3)Deixar: É um deixar emocional. A partir desse momento uma nova família se forma. É de fundamental importância que os cônjuges saibam trabalhar com as emoções de um novo relacionamento em suas vidas.

4) Deixar: Este deixar produz um contexto para crescimento, uma vez que os desafios da nova vida serão grandes, e irão requerer aplicação de ambos. O crescimento deverá ser: Emocional, espiritual e psicológico.

Pr. Silvio Hirota,
em 25/05/2010