Arquivo

Posts Tagged ‘novela’

Novelas e Reality Show, um (des)serviço à familia brasileira!

Estamos presenciando ano após ano, o (des)serviço que este tipo de entretenimento tem provocado na familia brasileira! Nós, como cristãos, não podemos nos calar diante de tamanha afronta às familias brasileiras, principalmente as chamadas cristãs!

O que impera hoje em dia é o slogan: ” ninguém é de ninguém, e todo mundo é de todo mundo”. Ora, se este é o slogan praticado pela sociedade brasileira, o que poderemos esperar da familia num futuro próximo, uma vez que os efeitos nocivos dessa prática, tem ficado bem claro para nós, já de há muitos anos!

O modelo de familia, instituido por Deus foi: pai e mãe, filhos, netos, bisnetos, etc. Aliás um dos salmos da Bíblia, o 128,  mostra-nos o modelo de uma familia de acordo com os moldes traçados por Deus.

O que acontece é que, a chamada sociedade moderna, que eu chamo de “pseudo-sociedade”, através dos meios de comunicação, tem jogado para dentro dos nossos lares, toda a podridrão, permissividade e malefícios possíveis, impedindo-nos de  ter uma familia saudável!

Basta olharmos as propostas do tema citado acima: Não há mais padrões morais. Hoje, ensina-se como trair o marido/esposa…, como os jovens devem praticar fornicação, estratégias para agir de forma inescrupulosa sem que as outras pessoas percebam. Além, de homicídios, homossexualismo de todos os tipos e formas! Os finais das novelas são sempre apelativos e mentirosos, onde a tônica recai, sobre a lei de Gerson, o que importa é levar vantagem, não importa qual o preço a pagar, ou a ser pago.

Fico abismado quando arrisco ver algumas cenas dessas novelas e reality-shows. Somente baixaria, pornografria, sensualidade, individualismo, rixas etc. E, o pior de tudo é que os nossos filhos pequenos, indefesos estão sendo vítimas dessa “podridão devassa” generalizada!

Os adultos são influenciados a buscar um novo parceiro, porque as meios de comunicação estão entrando em nossos lares e dizendo que tudo é normal, ou seja, “é proibido proibir”.

Tudo isto nos deixa revoltados, sobressaltados, mesmo porque, a camada que deveria fazer a diferença, os chamados “cristãos”, estão entrando nessa mesma onda e achando  tudo isso normal!

A pergunta que faço é a seguinte: Quando iremos acordar, e dispensar estas banalidades das nossas vidas? Quando teremos a coragem de mostrar o mal que isto está causando à nossa sociedade?

Sinto-me indignado, mas impotente diante de tão grande problema!
Não me  resta outra coisa, a não ser continuar pregando contra essa realidade e combatendo dentro das minhas possibilidades, afirmando sempre e categoricamente: estamos escancarando a porta dos nossos lares às nocividades, e o preço a ser pago será alto demais.

Que Deus tenha misericórdia de nós!

Por Pr. Silvio Hirota
23/01/2011