Início > Reflexão > LOUVOR A DEUS OU SHOW GOSPEL?

LOUVOR A DEUS OU SHOW GOSPEL?

Hoje em dia, em alguns templos, muitas vezes temos dificuldades de identificar se o que está sendo celebrado é um Culto de Louvor a Deus ou simplesmente um Show.

Várias igrejas estão perdendo sua identidade e passando a ser conhecidas como a “igreja do Pastor fulano”, “igreja do cantor sicrano”, “a igreja do jogador beltrano” etc. Em algumas Igrejas, as pessoas são tratadas em função de seu “status”, ou seja, valor do “Dízimo”, ou “Doações”!..

Alguns freqüentam essas igrejas porque lá congregam atrizes, atores, jogadores de futebol, sendo que estes últimos, no calor das partidas proferem palavrões, quando a Bíblia recomenda que “nenhuma palavra torpe saia da nossa boca”! Inclusive, alguns artistas que a mídia mostra que tem vida totalmente descomprometida com o verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo, afirmam categoricamente: “Sou evangélico!”

Já existem Fã Clubes para evangélicos (fã, redução de fanático, do latim fanus, templo, em referência aos adoradores da deusa Cibele) e bloco carnavalesco evangélico. Nunca ouvi, ou li, uma estatística que mostrasse o resultado dos trabalhos de evangelização feitos no “Sambódromo”! Pedem-se autógrafos, e a tietagem é explícita entre os admiradores das “estrelas evangélicas”.

Atualmente, o cantor evangélico ganha Disco de Ouro, e participa de grandes festivais. Há algum tempo foi realizado o Troféu Talento, considerado o Grammy da música evangélica, cujo objetivo era premiar os “melhores” do “show gospel”. Muitos desses festivais possuem efeitos especiais, e são realizados em casas de shows de altíssimo nível; em muitos casos há até cobrança de ingressos.

Os cachês de alguns desses irmãos cantores são excessivamente elevados, e muitos não cantam, se não houver o tal cachê; aliás, só cantam se receberem o cachê antecipadamente, além da exigência de um auditório bastante expressivo!

Para muitos empresários do ramo, esses cantores são “máquinas de fazer dinheiro”, e os evangélicos de um modo geral, nada mais são do que potenciais consumidores. Sem mencionar o vergonhoso “jabá” que os cantores são obrigados a pagar, para poderem gravar qualquer cd ou dvd!

Que diremos diante destes fatos? E como fica a leitura do Sl 100. “Celebrai ao Senhor com alegria”? Se não houver pagamento eu não celebro! E onde fica a alegria em celebrar?

Que Deus nos ajude, porque estamos caminhando para o final de tudo!

Postado por Pr.Silvio Hirota,
em 22/07/2010

Anúncios
  1. eneias
    13/05/2011 às 22:37

    infelizmente nao é so cantores nao, ate alguns pastores pregam se pagar e caro pregar um evangelho assim e facil.quero ver viver pela fe mesmo.mas alguns exigem ate que som tem que ser,hotel etc.. misericordia

  2. J.VALENTIM
    20/08/2010 às 20:23

    Meu amado Pr Silvio,

    Concordo com o seu comentário em grau e gênero.Entretanto vou tomar a liberdade de usar uma frase q o Senhor Jesus a usava sistematicamente em suas reuniões e q nos deixa como um sinal de alerta , “Porem´´,.Jesus usou e usa ate hoje os mais inusitados meios p/ chegar ao pecador .Estas igrs a q o senhor se refere é uma das portas abertas p/ se chegar até uma Igr Batista Filadélfia.O Senhor Jesus me chamou através de uma delas,juntamente com a minha esposa. Após 4 anos de permanência sentimos q era hora de sairmos,oramos à Deus p/ q nos preparasse um ministério onde pudessemos crescer teologicamente e espiritualmente.Durante a nossa permanecia fomos muito felizes ,agora somos mais felizes por fazer parte da família Filadélfia.Porem, jamais negaremos a nossa origem .E assim como o Apostolo Paulo diz em AT 22:3,eu digo:,Sou Paulistano ,criado desde 1950 nesta cidade,e aos 48 anos houve a minha conversão,estudei aos pés de Silvio Hirota,e continuo aprendendo com ele,espero continuar até o fim dos meus dias .E q Deus continue nos abençoando em toda sua plenitude e bondade,

    J.Valentim

  3. 30/07/2010 às 01:10

    Pessoal, acho que devemos fazer uma separação clara entre culto congregacional e apresentações artísticas, porque sinto que estamos misturando as coisas. No âmbito do culto, é estritamente necessário que o centro de tudo que é realizado tenha apenas um foco: a adoração a Deus. Tudo que ganhe mais a atenção que a simples adoração a Deus deve ser erradicado de nossos cultos. TUDO!
    Agora, tentar controlar o meio artístico ou esperar que, por serem evangélicos, os artistas não serão tentados e sucumbirão pelo poder da fama e do dinheiro é utópico. O mundo artístico tem sua essência na vaidade.
    Por isso, tento reter o que há de melhor nas representações artísticas, sejam elas evangélicas ou não (nem tudo que é gospel é bom , nem tudo que é secular é ruim).
    Difícil é voltar atrás na visão atual de culto, porque os cultos-shows são os mais frequentados, são populares, dão mais IBOPE.
    Os nossos cultos têm cada vez mais de homens e menos de Deus!

  4. Beh
    28/07/2010 às 02:01

    Concordo 100% com essa mensagem pastor….infelizmente onde deveria existir apenas o louvor como incenso agradavel ao Senhor, tem existido a corrupcao e falsos interesses da parte desses q se dizem evangelicos….lamentavel ver pessoas com o maravilhoso dom da voz se corromper dessa forma em nosso meio…..
    Realmente os dias estao acabando mesmo :$
    bjsssssssssssssssssssss
    Beh

  1. 17/04/2014 às 13:06
  2. 06/03/2014 às 22:56
  3. 06/03/2014 às 16:59
  4. 13/02/2014 às 12:46
  5. 11/02/2014 às 23:46
  6. 11/02/2014 às 20:23
  7. 07/02/2014 às 14:18
  8. 07/02/2014 às 07:03
  9. 06/02/2014 às 09:46
  10. 06/02/2014 às 06:01
  11. 16/01/2011 às 13:17

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: